Luis Barcelos

O bandolinista Luis Barcelos se dedica ao Choro, à música instrumental e à canção, tendo dois discos solo lançados: “Depois das Cinzas” [2015] e Sentido [2018]; integra o Conjunto Época de Ouro e o quarteto de bandolins “Bandolinata”.

Acompanhador de grandes artistas, foi premiado em 2016 com o Prêmio da Música Brasileira na categoria melhor grupo, com disco do projeto “Tocata à amizade” de Yamandu Costa; além de viajar o Brasil e o mundo em turnês com a cantora Roberta Sá. Como diretor musical concorreu ao Prêmio Cesgranrio com “A Cuíca do Laurindo” (2016), de Rodrigo Alzuguir, com direção de Sidney Cruz.

Como compositor, tem parcerias com Hermínio Bello de Carvalho, Délcio Carvalho e com Aluízio Elias lançou em 2020 o álbum “Cantata brasiliana” – de canções dedicadas ao Natal -, além do livro/Cd “Morro Alto 1”. Leciona bandolim e aspectos da linguagem do choro em festivais e oficinas, e cursos online.