Ricardo Rosa

Resenha profissional:

Baterista profissional. Cursou Licenciatura em Música e Bacharelado em Percussão Clássica pela Universidade de Passo Fundo. Passo Fundo, Rio Grande do Sul, Brasil.

Obteve aulas de bateria com bateristas renomados do cenário internacional como Kiko Freitas, Edu Ribero, Paschoal Meirelles e Fabio Schneider.

Em Argentina cursou a Cátedra de Jazz na Escola Municipal Juan Bautista Massa, na cidade de Rosário.

Participou de vários festivais de música e bateria no Brasil e na Argentina.

No Brasil tocou e acompanhou diversos artistas da cena MPB sul do país, tais como Juliano Moreira, Lázaro Nascimento, Ana Paula Chedid, Dan Ferretti e Joel Rodrigues. Trabalha como músico de sessão e dá aulas particulares.

Desde 2012 vem desenvolvendo uma investigação na maneira de tocar a bateria como instrumento de enfoque melodico e harmônico.

Atualmente participa da Fanfarria Ambulante (grupo cênico-musical que reúne os universos do clown e da música), Refunkiados (Funk), Brenda Bock Samba Trío (Samba e MPB) e Boogagroove (Jazz Boogaloo).

 

Resenha histórica:

A vida musical de Ricardo Rosa começa ainda na infância na qual aprendeu a tocar em uma bateria feita de tachos de doce de leite, dentro de uma padaria, para ir acompanhar a família nas reuniões da igreja.

Dada as dificuldades de ter um estudo regular, sem professores do instrumento na cidade de Vacaria, deixou o instrumento de lado por alguns poucos anos para logo retomar em sua adolescência e despertar novamente a paixão pela música e a bateria.

Começou então a estudar bateria na cidade de Caxias do Sul, com Fabio Schneider e a participar de distintos de festivais de música pelo país, com o qual teve o privilégio de estudar com grandes referentes do instrumento, tais como Kiko Freitas, Edu Ribeiro e Paschoal Meirelles. Algo que ô impulsou a ir estudar música de uma maneira mais acadêmica. Foi então começou a cursar Licenciatura em Música e Bacharelado em Percussão Erudita na Universidade de Passo Fundo.

Pela região da serra gaúcha tocou e acompanhou a distintos músicos da MPB, entre eles Juliano Moreira, Lázaro Nascimento, Ana Paula Chedid, Dan Ferreti e Joel Rodrigues.

Entre os acontecimentos da vida, enquanto cursava música, conheceu sua companheira de vida, em que com o tempo e as oportunidades que a vida nos dá, foi a morar em Santa Fe na Argentina. Lugar aonde residem excelentes músicos com uma interessante movida musical e, donde desde sua chegada aqui, pode relacionar-se muito bem com seus companheiros de profissão e armar projetos que já o levaram até para o “Velho Mundo” a realizar turnês. Além do mais desde sua mudança para a Argentina, há podido desenvolver uma inquietude que tinha de muito tempo atrás e que, cursando o bacharelado em percussão voltou a despertar, que é a bateria desde um enfoque harmônico e melódico, como também a compor músicas.

Alguns dos projetos que Ricardo atualmente participa é a Fanfarria Ambulante (grupo cênico-musical que reúne os universos do clown e da música), Refunkiados (Funk), Brenda Bock Samba Trío (Samba e MPB) e Boogagroove (Jazz Boogaloo).

Ademais trabalha como músico de sessão e da aulas particulares.